Redes Sociais: um balanço muito positivo de 2011

Posso estar enganado, mas 2011 foi o ano das mídias sociais. Algumas redes importantes nasceram este ano com o Google+ encabeçando a lista – a nova incursão do gigante das buscas na área de relacionamento adquiriu 25 milhões de usuários nos primeiros 30 dias após o seu lançamento!

A Pinterest também destacou-se, com um crescimento de 512%. E a Tumblr, que pode ser definida como uma plataforma de microblogging, está chegando ao número de 50 milhões de usuários únicos por mês!

Falando em números, 1,2 bilhões de pessoas atualmente acessam redes sociais. Pode-se dizer que essa atividade está redefinindo a web.

Mas o que marcou o ano para mim, de verdade, foi a adesão entusiasmada de pessoas de todas as idades. Algumas que conheço pularam do Orkut para o Foursquare e estão colecionando badges, mayorships, o que vier pela frente. Tanto meu neto de 10 anos quanto minha prima de 65 estão ativíssimos no Facebook. Meu neto enche meu mural de perguntas que fazem parte do aplicativo “o segredo dos meus amigos”. Já minha prima resolveu apropriar-se da rede e, ora lamentando, ora regozijando-se, resolveu compartilhar todos os seus sentimentos com os seus 4224 “amigos”.

Mas as empresas também aderiram em número significativo este ano. No terceiro trimestre de 2011, o Facebook entregou 28% das impressões em banners – isso é mais do que os outros quatro maiores portais combinados.

Ou seja, não dá mais para brincar com o assunto.

Em 2011, as redes sociais deixaram de ser acessadas apenas por adolescentes que queriam flertar e viraram um caminho viável para negócios. As marcas descobriram seu poder e correm para garantir um lugar ao sol nelas. Recentemente, publiquei neste um comentário sobre um estudo realizado pela comScore, inclusive oferecendo uma cópia gratuita. Confira aqui.

Agora, vou passar a publicar alguns comentários sobre o estudo, feitos pelo meu amigo (não o conheço pessoalmente, mas temos trocado impressões online) e guru Jeff Bullas. Ele dividiu os comentários em 10 partes. Vou começar com as duas primeiras, que são mais gerais.

1.      Redes Sociais são a atividade online mais popular do mundo.

De acordo com a comScore, os sites de relacionamento social alcançam 82% da população mundial de usuários online. Além disso, representou 19% de todo o tempo passado online (em 2007, era apenas 6%). Ou seja, é agora parte integral da experiência global online, ganhando market shate sobre email e mensagens instantâneas.

 

 

 

 

 

 

 

 

2.      Redes Sociais transcendem e refletem diferenças regionais

O relacionamento via rede cresceu em todos os países, transcendendo diferenças culturais e religiosas. Alguns exemplos de sua penetração:

  • China – 53%
  • EUA – 98%
  • Australia – 96%
  • Brasil – 97%

Na América Latina, Europa e Oriente Médio (3 regiões muito diferentes culturalmente), a atividade representa cerca de 24% de todo o tempo online. Quanto à media do tempo que os usuários passam online, os israelenses estão na frente, com 11,1 horas/mês/usuário, seguidos pelos argentinos, 10,7 horas, e russos, 10,4 horas.

Continua…

Anúncios

Sobre Fernando L G Guimaraes

Consultor, especialista em marketing de ativação e relacionamento
Esse post foi publicado em Gestão e Negócios e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s