Entrevista com funcionária do Bradesco que travou diálogo poético

O portal ProXXIma publicou ontem uma “entrevista exclusiva” com a analista de mídias sociais do Bradesco que respondeu, em versos, uma solicitação, também em versos, publicada por um cliente na página do banco no Facebook. Escrita por Pyr Marcondes, a matéria só não é melhor, do ponto de vista jornalístico, porque não ouviu “o outro lado”, o próprio cliente autor dos versos iniciais. Era importante para termos certeza de que ocorreu algo espontâneo e não uma ação premeditada pelos estrategistas do Bradesco, quem sabe a própria Tabata. Confira.

Funcionária do Bradesco usa poesia para atender cliente no Facebook

Tabata Cury, coordenadora de Redes Sociais do Bradesco, virou na última terça-feira, 25, uma anônima celebridade. Falando pela primeira vez e com exclusividade para ProXXIma, Tabata, a autora dos versos que responderam a demanda, também em versos, de um cliente que havia perdido seu cartão Bradesco, recorda: “Minha primeira resposta foi padrão, mas depois resolvi fazer rimas alternadas respondendo ao pedido dele. Achei que uma solicitação em poesia merecia um atendimento em poesia também”.

Tudo aconteceu no ambiente da página do Facebook do banco. “Os primeiros a curtir”, lembra ela, “foram pessoas mais próximas, mas logo centenas replicaram a mensagem”. Na tarde da terça-feira o fato extrapolou do Facebook para o Twitter e Tabata ganhou celebridade, embora seja esta a primeira vez que o público de fato a conheça pessoalmente.

“Quando vim visitar esta área do banco para ver se podia trabalhar aqui não tive a menor dúvida, atuar nas Redes Sociais era o que eu queria fazer”, lembra ela.

Tabata tem 30 anos, mas não aparenta. Recatada, mas desenvolta, agiu por iniciativa própria: “Ela postou a resposta em versos com autonomia de três hierarquias acima de decisão”, detalha Luca Cavalcanti, Diretor dos Canais Digitais Dia&Noite do Bradesco.

Luca explica que esse tipo de atitude é hoje cada vez mais estimulada pelo Bradesco: “Temos aqui uma equipe especial, de gente como Tabata, que segue as orientações do banco, mas tem originalidade, criatividade e domínio da linguagem íntima e bem mais pessoal que as redes sociais exigem. Isso leva nossa atividade nessa área até um pouco além do chamado conceito 2.0, para um grau de excelência no relacionamento com nossos clientes em que até um poema pode fazer sentido”.

Jefferson Honorato, responsável pela área de internet do Bradesco Dia&Noite (na prática, a área do Bradesco que hoje zela pela inovação digital da rede), conta ainda que o tempo médio de atendimento de um cliente nas redes sociais do banco é de 5 a 10 minutos: “Isso está fazendo com que as pessoas migrem mais e mais para esse canal de relacionamento. Nossa meta é que esse tempo seja reduzido para dois minutos e meio”.

Poesia em atendimento de banco. Tabata, sinceramente, parabéns.

Sobre Fernando L G Guimaraes

Consultor, especialista em marketing de ativação e relacionamento
Esse post foi publicado em Fidelização e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s