Quem vai ficar no lugar de Steve Jobs?

A resposta vale bilhões de dólares. Talvez trilhões. Afinal, Steve Jobs não é apenas o fundador e a face mais visível da Apple. Ele é o criador da mística em torno da empresa da maçã mordida. Para quem não sabe, ou não lembra, ele já saiu da Apple uma vez, em 1985, e a empresa literalmente perdeu o rumo. Quando voltou, em 1996, havia quem apostasse que havia sido tarde demais, que a Apple caminhava inexoravelmente para um fim melancólico. Ledo engano: Jobs reconstruiu a empresa e a mística e aí está ela, firme e forte, na vanguarda de tudo que é vanguarda.

Mas agora o problema é mais sério e mais definitivo, aparentemente. Jobs, 56 anos completados ontem, está muito doente. Um câncer pancreático contra o qual luta desde 2003 estaria ganhando a batalha. Desde janeiro, está anunciando que Steve se retiraria para cuidar da saúde. É a segunda saída em dois anos. Começa-se a se especular agora quem ficará no lugar dele. Tim Cook, COO da empresa? Alguém de fora? Veremos, como diria o cego.

Sobre Fernando L G Guimaraes

Consultor, especialista em marketing de ativação e relacionamento
Esse post foi publicado em Gestão e Negócios e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s